25 de dez de 2008

feliz natal e um 2009 bobolettas e bobolettus de Uma nova ERa.!!!!


Desejo que este Natal e ano Novo seja como a Matemática: amigos a somar, inimigos a subtrair, alegrias a multiplicar e tristezas a dividir. Cuidar da natureza é obrigação dos seres humanos então em 2009 bobolettas e bobolettus começamos uma nova Era..Consciência Ambiental

Porque será que certos símbolos, associados ao culto da infância e da inocência, resistem a séculos de maus tratos e, ciclicamente, emergem tão fortes que, nos mais diversos e adversos contextos, são, por alguns dias e em todos as latitudes, objeto da atenção e da veneração de todos e, desse modo, constituem um traço de união à escala planetária?
Nós vamos Cuidar dos nossos jardins e com a Concientização de todos vamos replantar o mundo....

Bem sei que, em muitas circunstâncias, se torna difícil descortinar a presença do símbolo que é fator desta súbita e frágil fraternidade, tão embrulhado ele surge na ruidosa algazarra do comércio e na intensa cegueira da luz, ambos, ao que parece, apostados em desviar-nos do rumo que conduziria ao berço inspirador destes impulsos.

O que tudo isto revela – a escala planetária do gesto e a infinita multiplicidade das formas que o concretizam – é que há valores que se sobrepõem à cacofonia dos ruídos e das propostas desviantes. E que o triunfo daqueles valores, ainda que fugaz e condicionado, responde a um apelo tão ancestral e tão forte quanto a nossa condição - que de humanos faz, timidamente, irmãos.

Pena é que, passado este lúcido período, tudo regresse à antiga forma, até novo intervalo redentor, daqui a um ano. Com a evidência, e a mágoa, do escasso proveito que esta pausa terá deixado na nossa comum aspiração a um mundo mais condizente com a natureza pacífica e fraterna da relação interpessoal, que a todos possibilite condições de realização e de felicidade.

Oxalá soltemos meter o espírito de natal e no Ano novo em jarros e abrir um casulo em cada mês do ano para que cada dia nasça uma nova borboleta .

Pela parte que nos toca, como responsáveis pela elaboração do novo, é esta preocupação que, quotidianamente, preside às nossas decisões e orienta a sua concretização. É assim que, ano após ano e não obstante as dificuldades que um contexto cada vez mais adverso nos coloca, procuramos dar aos internautas e habitantes do universo digital a Boa Nova do desenvolvimento qualificado do conteúdo e seus ambientes. E assim vai continuar a ser!
Há mais, muito mais, para o Natal do que luz de vela e alegria; É o espírito de doce amizade que brilha todo o ano. É consideração e bondade, é a esperança renascida novamente, para paz, para entendimento, e para benevolência Ecologicados dos homens.

Isto é o Natal! Acontecimento histórico e mistério de amor que, há mais de dois mil anos, interpela os homens e as mulheres de cada época e lugar. É o dia santo em que brilha a «grande luz» de Jah, Alá, Yemanjá ou Cristo, portadora de paz! Certamente, para reconhecê-la, para acolhê-la, é preciso fé, é preciso humanidade.

Feliz Natal! Bom Ano Novo!

São, cordialmente,

Nós, bobolettus, desejamos nada menos que o melhor, trabalhamos o ano inteiro para pensá-lo e produzí-lo, especialmente, por você.

Feliz 2009 !

Sugestões de presentes para o Natal: Para seu inimigo, perdão. Para um oponente, tolerância. Para um amigo, seu coração. Para um cliente, excelente serviço. Para tudo, caridade. Para toda criança, um exemplo bom. Para você, respeito.

agora Voem em ajudar a noSSa Natureza....!!
2009 ano do meio ambiente...
fiquem com Deus e ajudem !!!

8 de dez de 2008

Meu Deus a boboletta ta saindo do CAsulo !!! Meta de desmatamento 'fortalece' Brasil em reunião da ONU



Especialistas dizem que plano brasileiro reforça liderança, mas fazem ressalvas.

fonte BBC,Globo

O anúncio inédito de metas para desmatamento no Brasil - feito pelo governo no último dia 1º - reforçou a posição do país nas negociações sobre o clima em Poznan, na Polônia, segundo especialistas que participam da 14ª reunião das Nações Unidas sobre mudanças climáticas (COP 14).

"Existe um certo ceticismo sobre algumas coisas. Os detalhes de como essas metas ambiciosas vão ser atingidas, ou seja, planos específicos para cada setor", afirmou Doug Boucher, da Union of Concerned Scientists (União dos Cientistas Preocupados).

O diretor da Iniciativa para Clima e Florestas Tropicais, uma ONG americana que defende soluções científicas para questões globais, disse ainda que uma "liderança compartilhada" parece estar se desenhando em Poznan.

Por um lado, o enfraquecimento da posição da União Européia (UE), por divisões internas sobre metas de emissão de gás carbônico, e o desinteresse demonstrado pelos Estados Unidos, teriam deixado um vácuo.


Força em desenvolvimento

Por outro, Boucher diz que os países em desenvolvimento tomaram a dianteira com iniciativas recentes de fixar metas como a África do Sul - muito dependente de usinas de carvão para gerar energia - e a Coréia do Sul.

Com o anúncio brasileiro, a tendência ganha ainda mais força, segundo Boucher. "Isso representa o quarto maior emissor do planeta (dois terços das emissões brasileiras são produzidas por desmatamento) assumindo o compromisso de uma redução substantiva nos próximos dez anos."

O plano também foi elogiado com ressalvas pela União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais (IUCN, na sigla em inglês).

"(A iniciativa) é bem-vinda. O Brasil, nos últimos anos, vem demonstrando uma determinação real em combater as causas do desmatamento", afirmou Stewart Maginnis, diretor do Programa de Conservação de Florestas da IUCN.


Acordo mais próximo

O especialista, ex-diretor de florestas do WWF, disse ainda que o anúncio pode facilitar um acordo para redução de emissões após 2012.

"Ao assumir uma meta antes do acordo final, que deve acontecer no ano que vem em Copenhague, o Brasil dá um sinal animador de que metas de desmatamento como parte de uma solução global para o clima são possíveis não apenas teoricamente, mas na prática", afirmou Maginnis.

No entanto, Maginnis ressalva que seria "ingênuo supor que não existirão decepções no caminho, como já aconteceu neste ano".

Nesta semana, desembarcam em Poznan ministros do meio ambiente de quase 200 países, além da aguardada equipe de congressistas que vai relatar o progresso das negociações ao futuro presidente americano, Barack Obama.

Senhor Novo dono do mundo por fAvor colabora !!!as borboletas ai dos EUA também querem Voar e o Senhor pode ajudar também

Leia mais notícias de Ciência e Saúde

1 de dez de 2008

QUANDO A ÁGUA BATE NA BUNDA !!!!


Não é de hoje que a relação entre população, recursos naturais e desenvolvimento econômico tem sido objeto de preocupação da humanidade. Conservar o meio ambiente é essencial para preservar os seres vivos e para o crescimento da economia mundial. E essa preocupação chegou ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), que não tem feito “vista grossa” para os crimes ambientais. Para o Tribunal da Cidadania, a responsabilização penal pela prática de delitos ambientais surge não apenas como forma de punição das condutas lesivas ao meio ambiente, mas como forma de prevenção da prática de tais crimes, função essencial da política ambiental que clama por prevenção.

Com isso, verificam-se grandes avanços quanto aos critérios adotados para o uso dos recursos naturais. Exemplo disso é o desenvolvimento de uma ampla legislação ambiental (Lei de Crimes Ambientais, Política Nacional do Meio Ambiente), de processos de gestão ambiental, criação de unidades de preservação através do Sistema Nacional de Unidades de Conservação – SNUC – (parques nacionais, áreas de preservação ambiental etc.), estudos de manejo de bacias hidrográficas e outras inúmeras ações.

Apesar de todos esses avanços, o meio ambiente precisa de cuidados, já que muitas instituições e pessoas ainda desenvolvem atividades econômicas predatórias e destroem áreas de grande sensibilidade ambiental. Esse descaso provoca a escassez dos recursos naturais, com conseqüente degradação ao equilíbrio ecológico e da qualidade vida.

O STJ julgou diversos recursos sobre o assunto. Um exemplo é o recurso especial 564960, julgado em 2005, na Quinta Turma. A decisão responsabilizou penalmente uma empresa de Santa Catarina por dano ambiental. No caso, o Auto Posto 1270 poluiu um leito de rio ao lançar nele resíduos como graxas, óleo, lodo, areia e produtos químicos resultantes da atividade do estabelecimento. Na época, a Turma concluiu que a decisão, inédita até então, atendia a um antigo reclamo de toda a sociedade contra privilégios inaceitáveis de empresas que degradam o meio ambiente.

Outra questão de grande relevância foi o caso do recurso especial 647493, julgamento realizado pela Segunda Turma, que condenou a União, por omissão no dever de fiscalizar, a recuperar área degradada também em Santa Catarina, juntamente com as mineradoras que causaram dano ao ambiente por quase duas décadas. A Turma concluiu haver responsabilidade solidária entre o poder público e as empresas poluidoras, assim todos responderam pela reparação. Além disso, o colegiado destacou que as ações coletivas de reparação de dano ambiental são imprescritíveis, isto é, podem ser propostas a qualquer tempo, pois não há um prazo limite definido em lei.

Em outro julgamento (HC 89386), um executivo do Grupo Votorantim foi responsabilizado pela poluição causada pelo lançamento de óxido de zinco na atmosfera, bem como pelo lançamento de água do sistema lavador de gases diretamente para a rede de esgotos, sem tratamento. Esse ato causou danos diretos à saúde da população local (problemas respiratórios).
O dano foi provocado anteriormente à existência de uma legislação ambiental. Mesmo assim, os ministros da Quinta Turma determinaram a continuidade da ação penal por entenderem que, dada a natureza permanente do delito, não é relevante que os fatos narrados na denúncia tenham começado antes da vigência da Lei n. 9.605/98, a Lei de Crimes Ambientais, já que as atividades poluidoras seguiram desde outubro de 1986 até julho de 2004.

A Turma ressaltou ainda que, nos casos de processos sobre danos ambientais, os maiores responsáveis por tais atitudes são empresas, entes coletivos, através de suas atividades de exploração industrial e comercial. A incriminação dos verdadeiros responsáveis pelos eventos danosos, no entanto, nem sempre é possível, diante da dificuldade de apurar, no caso das pessoas jurídicas, a responsabilidade dos sujeitos ativos dessas infrações.

Percebe-se que muito está sendo feito pelo meio ambiente. Porém não basta indenizar o dano ambiental e as seqüelas causadas pela degradação. Para o ministro Gilson Dipp, relator no julgamento do Resp 564960, que responsabilizou penalmente uma empresa por dano ambiental, “o caráter preventivo da penalização, com efeito, prevalece sobre o punitivo. A realidade, infelizmente, tem mostrado que os danos ambientais, em muitos casos, são irreversíveis, a ponto de temermos a perda significativa e não remota da qualidade de vida no planeta”.

FONTE http://www.24horasnews.com.br/index.php?mat=275244

mEU DEUS TOMARE QUE ALGUM SER DA NATUREZA ME ESCUTE !!NÓS ESTAMOS PERDIDO..CHEGA DE BLA BLA BLA E MAOS A OBRA BRASIL...CHEGAAAAAAAAA !!!MUDEM ESSAS LEIS ULTRAPASSADAS..
LAMENTÁVEL MESMO !!!!
E PARABÉNS PELA MATERIA...GRAÇAS A DEUS QUE TEM PESSOAS QUE VÃO MUDAR O MUNDO!!!

27 de nov de 2008

Meus Deus Trágedia na Bela Santa Catarina Tristeza e Revolta!!!



Todo mundo Triste ...perdidos e a chuva ainda não para ...mãe Natureza
Alivia Pela SAnta Catarina e com o povo lá !!!!
Viu POrque eu falo de cuidar DA natureza...
tem gente que faz bastante coisa,mas tem gente que nao faz porra nenhuma !!!
TODO MUNDO TEM QUE AJUDAR .....
Vossa Excelência LULA ..Lá não tem Dinheiro que retribua o prejuizo de vidas...A sua vida tem preço....???
isso ai é culpa do senhor Também....
Em vez de Ficarem pensando em cofres do Governo,dinheiro dos EUA,sei lá tanta coisa que Voces se preocupam sem se preocupar com o POVO E A NATUREZA, mas com a natureza só alí em uma vez por ano que se fala disso E DIZEM ESTAMOS FAZENDO... MAS NÃO VEMOS MUDANÇAS (CULTURAIS) COM O MEIO AMBIENTE...só algumas empresas fazem um pouquinho para fazer um marketing Ecologico e vender mais ...Isso é prioridade de um Governante!!!é Pensar no futuro das nossas Vidas,cuidar das pessoas e no habitat que elas vivem !!!
o senhor tem que falar BRasileiros vamos Fazer isso e acabou por isso que vc é Presidente.....Nem que tivessemos que Virar HOMEm SApiens de novo no Pais das Maravilhas pARA termos uma nova Culltura.....
POr Favor mandem mais ajuda !!!
E vamos começar a pensar agora juntos, como vamos Resolver essa SituaÇão e nao diga que não pode porque o Senhor pode sim a MÃe Natureza não quer Esperar mais !!!!
A minha Vida não tem preço e nem da minha Filha e nem de ninguém..!!
Só tem preço para pessoas que Matam e Destroi a Natureza...de um CaixÃo para quem matam que deve Ter PENA DE MORTE NO BRASIL E PESSOAS Que DEsobedeçem leis ambientais devem ter priSão eterna e trabalhar replantando FLORESTAS...
e Rever todas a leis ..Leis com Mais puniÇÃo....de CEm anos não interressam para o Povo..Penas mais severas jááááá'!!!!e repor Tudo que retiramos DEla....
a Mãe NAtureza agradeçe e quem Manda !!!

Diguu Bobolettu
ps.:triste e muito REVOLTADO..!!!

24 de nov de 2008

MAIS UMA DEFENSORA DAS BORBOLETAS.ehhh!!!Mara!!!


: borboleta invade torneio de golfe

Animal pousa em bolinha e atrapalha jogo de golfista sueca em Guadalajara

GLOBOESPORTE.COM Rio de Janeiro

Agência/AP
Annika Sorenstam retira bolinha com delicadeza para não ferir borboleta

Por muito pouco, a sueca Annika Sorenstam não acertou uma borboleta ao invés da bolinha durante o Torneio de Guadalajara de golfe, no México.



Ao perceber o animal, a golfista, que se preparava para dar uma tacada, reagiu com delicadeza. Retirou a bolinha do local e esperou até que a borboleta levantasse vôo para prosseguir.



Apesar da consciência ecológica, Annika não pôde festejar o título da competição, que ficou com a americana Angela Stanford.



A americana terminou a competição com 69 tacadas, 13 abaixo do par. Já a sueca terminou empatada com Brittany Lang, também dos Estados Unidos, com 12 tacadas abaixo do par.....
mAS ANNIKA VC GANHOU O TITULO DE DEFENSORA DAS BORBOLETAS DO MUNDO..!!!
PARABÉNSSSS...VC VAI VOAR PARA O SUCESSUUU...

FONTE.GLOBOESPORTE

9 de nov de 2008

O LIVRO VERMELHO DO MEIO AMBIENTE...


Livro vermelho' traz detalhes sobre 627 animais ameaçados de extinção

Publicação foi lançada pelo Ministério do Meio Ambiente.
Na Amazônia, 41 espécies correm risco de desaparecer.

Do Globo Amazônia, em São PAULO

O coatá está na categoria 'vulnerável' pela classificação de ameaça de extinção do MMA.

As principais ameaças, a distribuição geográfica, as estratégias de conservação e informações biológicas sobre 627 animais brasileiros ameaçados de extinção agora podem ser consultadas em um livro, dividido em dois volumes, que soma mais de 1.400 páginas. A publicação foi lançada nesta terça-feira, em Brasília, pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) em parceria com a Fundação Biodiversitas.

Segundo o MMA, o principal objetivo de reunir essas informações em um livro é gerar uma base para consulta para os profissionais de meio ambiente e tomadores de decisão, como prefeitos e governadores, para conservar e recuperar as espécies.

Chamada de “Livro Vermelho da Fauna Brasileira Ameaçada de Extinção”, a publicação é baseada nas listas oficiais da fauna ameaçada, publicada pelo MMA em 2003 e 2004. Essa relação traz 160 aves, 154 peixes, 130 invertebrados terrestres, 78 invertebrados aquáticos, 16 anfíbios, 69 mamíferos e 20 répteis cuja população está diminuindo drasticamente.
saiba mais

*
Pesquisadores encontram espécie de pica-pau considerada extinta
*
Milhares de tartarugas começam a nascer no Amazonas
*
Livro ensina pessoas a conviverem pacificamente com onças
*
Expedição científica do WWF registra riquezas do Rio Negro
*
Ibama apreende mais de 900 ovos de tartaruga no Pará
*
Acusados por matança de golfinhos podem pagar R$ 415 mil

De acordo com mapa do MMA, a Mata Atlântica é o bioma em que há mais animais correndo o risco de desaparecer. São 269 espécies, distribuídas por quase toda a costa brasileira. Em segundo lugar está o Cerrado, com 65 espécies, seguido pela Amazônia, com 41 animais ameaçados.

A lista completa desses animais, assim como alguns mapas de distribuição das espécies pode ser encontrada no Portal sobre Espécies Ameaçadas de Extinção do MMA.

FONTE:GLOBO
PS.PELO AMOR DE DEUS ME AJUDEM ...E COMPRE ESSE LIVRO PARA VER A DESGRAÇA DA HUMANIDADE....PELO AMOR DE DEUS..!!!
E GRaça a deus esse ministro tá fazendo muito mas ainda temos que fazer muito...
de asas a essa Causa!!!!

8 de nov de 2008

tem pessoas fazendo!!!!!Parabéns Talita grita por nós ai!!!!



Modelo ecológica põe sua imagem a serviço do meio ambiente

Talita Alink tem 17 anos e desde os 12 se preocupa com o planeta.
Veja álbum de fotos da modelo.

Talita Alink, é membro do grupo Green Models.

Ela tem apenas 17 anos, mas já tomou uma decisão: sua carreira será orientada a divulgar a necessidade de se proteger o meio ambiente. Por causa disso, a jovem modelo Talita Alink, natural de Petrópolis (RJ), se define como uma “eco-modelo”.



Veja álbum de fotos da modelo .



Ainda este mês, ela estará na Califórnia para participar de um evento com governadores americanos , representando o projeto Green Models, que nomeia embaixadoras para diversas bandeiras ambientalistas. Sua criação foi em janeiro de 2008 e hoje o grupo conta com Adriana Lima, Naomi Campbell, Raica Oliveira, Priscila Fantin e Natalia Anderle entre seus membros, segundo os organizadores.

Globo Amazônia: O que será a reunião de que você participará este mês na Califórnia?

Talita: Estarei em Beverly Hills para participar de um evento sobre o clima global idealizado por Arnold Schwarzenegger, governador da Califórnia, que contará com a presença dos 50 governadores americanos, além de líderes de governo e corporações. No dia 18, o governador do Amazonas, Eduardo Braga, fará uma palestra e se encontrará com Schwarzenegger para a assinatura de um acordo bilateral para a difusão da energia renovável.

Globo Amazônia: Você acompanha o desmatamento na Amazônia?

Talita: Sim, e me atualizo sempre que recebo algum alerta sobre o assunto. É incrível o efeito das ações inconseqüentes dos seres humanos. Nos EUA por exemplo, 95% das florestas ancestrais já desapareceram.

Globo Amazônia: O que define uma eco-modelo e a diferencia da modelo comum?

Talita: O que define um eco-humano é o desenvolvimento de sua consciência ambiental. Então podemos dizer que vale para qualquer segmento, como modelos, professores etc. Eu, por exemplo, sou uma pessoa comum, com uma vida comum, porém tenho hábitos diários que me diferenciam: como alimentos orgânicos, uso água de forma racional e adoro andar de bicicleta seja para onde for - para o mercado, padaria ou na orla da praia.

Globo Amazônia: Como virou uma eco-modelo?

Talita: Eu tinha 12 anos quando escolhi fazer um trabalho sobre o meio ambiente numa feira de ciências do colégio. O convite para ser modelo veio de um grande amigo, que hoje é meu agente, Pierre Thomé de Souza, que percebeu este meu lado ecológico. Ele me apresentou ao Mario Garnero, presidente da Associação das Nações Unidas-Brasil (Anubra), e do grupo Brasilinvest.

Como eles estavam criando o projeto Green Models, que tem a modelo Adriana Lima como primeira membro-fundadora, acabei sendo convidada para ser embaixadora da Anubra para o Meio Ambiente e Aquecimento Global.


Globo Amazônia: Seus pais não gostavam da idéia de você ser modelo. Agora eles já lidam bem com o fato? Utilizar seu trabalho para divulgar a conservação da natureza os ajuda a aceitar?

Talita: No começo foi bem difícil, pois venho de uma família evangélica. O fato de as modelos trabalharem com a imagem e corpo não é aceito pelo padrão de vida evangélico. Foi um processo que tivemos que explicar de forma clara, para que eles pudessem entender o que faríamos e os benefícios destas ações para o meio ambiente.

Globo Amazônia: Você usa roupas ecologicamente corretas?

Talita: Tenho algumas peças interessantes feitas por uma grande amiga e designer, Barbara Casassola. Pretendo criar uma marca especializada em moda sustentável, com coleções feitas com fibras ecológicas, tecidos orgânicos e materiais reciclados, sem utilizar recursos que afetam o meio ambiente.

Globo Amazônia: Aceitaria tirar fotos com um casaco de pele?
Talita: Definitivamente não. Por motivos pessoais e por saber que são provenientes de animais que muitas vezes são mal-tratados.

9 de out de 2008

Inscrições abertas de fotos de Borboletas...


Você que tem alguma foto,tatoo, objeto ou fotos das borboletas de nosso Brasil..
então mande sem dó e ganhe prêmios aqui no nosso blog....
a mais linda e a mais votada vai levar um presente surpresa da Bobolettas e bobolettus..ajudar a dar Asas e voar por essa Causa...
só mandar email para inquere@hotmail.com e dizer seu nome e telefone e email e porque
escolheu essa borboleta e o que ela representa para Voce..colocarei em enquente para todo mundo votar e claro a que eu mais gostar....ehhhhh
brigaduuuu viu ..VOE BEM ALTO POR QUE EU VOU TE FAZER VOAR BEM MAIS ALTO...RSRSS
você vai se sentir bem melhor porque você vai estar fazendo a sua parte!!!
como eu..rsrssss

NOSSOS OBJETIVOS ....


É FAZER QUE TODO MUNDO SE CONSCIENTIZE QUE TEMOS QUE MUDAR NOSSAS ATITUDES E FAZER COM QUE PESSOAS E ESPECIALMENTE EMPRESAS COLABOREM COM O NOSSO MEIO-AMBIENTE...RETRIBUA UMA PARTE DE SEUS LUCROS PARA A MÃE NATUREZA PELO AMOR DE DEUS...
ENTÃO SEI QUE COMEÇA POR CADA UM DE NÓS, E AS BORBOLETAS SÃO SÍMBOLO DE LUTA,DESDE A SUA NASCENÇA A SUA MORTE....AINDA ESTAMOS EM FASE DE OVINHOS QUERENDO NASCER...
QUERO E VOU CONSEGUIR JUNTO VOANDO COM VOCEIS...!!!
EM PORTO ALEGRE-RS VAI TER IV PRÊMIO DE RESPONSABILIDADE AMBIENTAL..
INSCRIÇÕES NO SITE DA BORBOLETA AZUL.ORG...
EMPRESA CONSCIENTE E QUE QUEIRA VOAR BEM MAIS ALTO e QUE FAZ ALGUMA COISA PELO NOSSO PLANETA...
AQUI VAMOS MOSTRAR QUEM FAZ....ENTÃO CONHEÇA O INSTITUTO DA BORBOLETA AZUL..
VAI LÁ E TAMBÉM PARTICIPE...MANDE SEU CASE...!!!

E FIQUE TRANQUILO PQ O SITE DA BOBOLETTAS E BOBOLETTUS.COM.BR TA NO CASULO MAS TA SAINDO..RSRSRS...TUDO DE BOM PRA NÓS...DÊ AsAS A ESSA CaUsa !!!

23 de set de 2008

Amazônia tem 24 espécies de plantas ameaçadas de extinção




Amazônia tem 24 espécies de plantas ameaçadas de extinção

Lista foi publicada pelo Ministério do Meio Ambiente.
Relação contém 472 plantas que correm o risco de desaparecer.

Do Globo Amazônia, em São Paulo


O Ministério do Meio Ambiente (MMA) divulgou, nesta sexta-feira (19), uma revisão da lista oficial das espécies vegetais ameaçadas de extinção. São 472 plantas, das quais 24 são nativas do bioma amazônico. Entre elas estão o mogno, a castanha-do-Brasil – também conhecida como castanha-do-Pará – e o pau-rosa.


saiba mais

*
Município que mais desmata sofre com ação dos ‘sem-tora’
*
Produtos da floresta ajudam a manter a mata em pé
*
Eleição faz governantes ‘afrouxarem’ fiscalização na Amazônia, diz Minc
*
Árvores em extinção se transformam em postes de cerca em MT

A região mais ameaçada é a mata atlântica, com 276 espécies, seguida pelo cerrado, com 131, e pela caatinga, que tem 46 vegetais em perigo. A lista é quatro vezes maior que a anterior, publicada em 1992, que reunia 108 espécies. Nenhuma planta que estava ameaçada de extinção nessa época saiu da lista.

De acordo com nota publicada pelo ministério, o aumento das espécies ameaçadas se deve à pressão exercida pelo homem sobre as florestas e ao maior conhecimento científico sobre a flora brasileira.

O primeiro efeito prático da publicação da lista é a proibição da coleta desses vegetais. A partir de agora, qualquer manuseio dessas espécies tem que ser autorizado pelo Ibama. O MMA também anunciou que planejará, nos próximos cinco anos, ações para que essas espécies deixem de ser ameaçadas.



Desentendimento


A elaboração da lista de espécies em extinção foi encomendada pelo governo à Fundação Biodiversitas, uma ONG especializada em realizar estudos sobre a conservação da fauna e da flora. De acordo com a fundação, 290 biólogos trabalharam na elaboração da lista, que foi entregue no final de 2005 ao MMA, e continha 1495 espécies ameaçadas, das quais 60 pertenciam à Amazônia.

A relação publicada nesta sexta-feira, contudo, relaciona apenas um terço dessas plantas como ameaçadas de extinção. A justificativa do ministério é que não há informações científicas suficientes – dados como distribuição geográfica e riscos sofridos – para classificar as espécies restantes como ameaçadas de extinção. Elas foram relacionadas no documento oficial em uma lista à parte, onde são descritas como “com deficiência de dados”, e não estão sujeitas às restrições impostas às outras espécies.

Em nota divulgada à imprensa, a Biodiversitas afirma que utilizou no estudo os critérios da IUCN (União Internacional para a Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais), que são internacionalmente aceitos, e que não reconhece a lista oficial. “A nova lista de plantas ameaçadas de extinção no Brasil não corresponde à lista indicada pela comunidade científica brasileira, coordenada pela Biodiversitas”, diz o documento.
pelo amor de deus gente vamos parar com isso....
fonte:globoamazonia

16 de set de 2008

lições de um mundo Carente.....!!!


É engraçado quando vemos uma pessoa, simpatizamos com ela, e simplesmente aderimos a ela, Assim sou eu com vc , um amigo que queria muito estar perto de vc, na alegria ou na tristeza, sempre, te fazendo carinho, aconselhando ou mesmo sendo uma pessoa especial na sua vida, se nos conhecêssemos tenho certeza que alguma coisa boa daria, por quê me identifico muito com vc, não só pelo seu corpo de borboleta, que diga-se de passagem é lindo como um voar de um borboleta exuberante colorida, más por vc mesmO, pela simpatia que vc me aceitou fazer parte da sua vida, pela educação que nota-se que tem, e mais que tudo, pela PESSOA que vc demonstra ser, muitos com certeza queriam ao menos tentar ser algo especial prá vc, espero que vc continue assim, linda, simples, e uma pESSOA que tira meu fôlego!!!
É prá vc , uma homenagem que sei que vc merece, de seu amigo e admirador vuador!!!
DIGUUU BOBOLETTU
P.S
lindo né .....e nós nem se importamos com a natureza,imagina se todo mundo fosse assim com o mundo ...seria tão Mais façil....

Nós devemos colocar nossos sentimentos antes de mais nada e não ser mediocres de não perceber que podemos começar a CoLABORAR...VEJA O GLOBO AMAZONIA...VC VÊ Lâ QUE TEM DIAS QUE AS QUEIMADAS E AS RETIRADAS DE MADEIRA ESTÃO MENORES PELA AJUDA DO POVO QUE ESTÁ ALÍ COLABORANDO E DENUNCIANDO E COM ESSA TECNOLOGIA COM CERTEZA TODO MUNDO VAI SE SENSIBILIZAR E VAI AJUDAR.....MEU PROJETO vISA QUE É A MARCA BOBOLETTAS E BOBOLETTUS....tODAS AS EMPRESAS DEVEM COLABORAR COM O MEIO AMBIENTE...SELO BORBOLETA E BORBOLETO PELA NATUREZA, eM PESQUISAS RECENTES DEMONSTRA QUE A FAUNA E FLORA BRASILEIRA()ESTÁ SE ACABANDO PELA POLUIÇÃO,QUEIMADAS E DESMATAMENTO E FORA TUDO O QUE O HOMEM TIRA DA TERRA PARA VENDER SEUS PRODUTOS OU SERVIÇOS,E O QUE ELE PLANTA PARA O MEIO AMBIENTE...LIXO TÓXICO, NUCLEAR,BIOLÓGICO E FORA ENUMERAS COISAS QUE SABEMOS QUE EMPRESAS GASTAM MILHÕES QUE DIZEM QUE FAZEM ALGO PELO MEIO AMBIENTE E NÃO VEMOS,NÃO TEMOS A CERTEZA QUE FAZEM REALMENTE TEM ALGUMAS QUE FAZEM IGUAL A GLOBO QUE VAI ATRÁS E FAZ..POUCAS NÉ...MAS NÃO VEMOS ISSO NEM A CURTO PRAZO E NEM A LONGO PRAZO,CONTRIBUIR E O DEVER DA EMPRESA E VER OS RESULTADOS POSITIVOS COM O QUE COLABOROU E NÃO O LUCRO DA EMPRESA QUE GANHOU AQUELE ANO PARA DEIXAR EM NUMEROS PERDIDOS EM CONTAS NO EXTERIOR,DEIXANDO O CICLO DA VIDA HUMANA TAMBÉM DESTRUIDA PORQUE A POBREZA DEIXA A IGNORÂNCIA DE CADA UM CEGA,SURDA E MUDA,TODO MUNDO SABE QUE FAZEMOS PARTE DO MESMO AMBIENTE E PORQUE DONOS DE EMPRESAS SÓ PENSAM NELES,NÃO PENSAM NÓS FUNCIONARIOS QUE COLABORA COM IMPOSTOS E AINDA AJUDA DE OUTRA MANEIRA O MEIO AMBIENTE SEPARANDO O LIXO,PLANTANDO UMA ÁRVORE OU MESMO CONTRIBUINDO A COMPRAR COM EMPRESAS QUE DESTINAM PARTES A ECOLOGIA E TAMBÉM COM O MEIO AMBIENTE,EMPRESAS PAGANDO BEM ATÉ A PRIMEIRA HIERARQUIA DA EMPRESA E SE PREOCUPANDO COM A SAÚDE,EDUCAÇÃO E O DEVER DE ENSINAR QUE DEVEMOS RETRIBUIR COM NOSSAS RIQUEZAS NATURAIS E NÃO TIRAR TUDO DELA SEM REPOR..POR FAVOR ESSE PROJETO VISA COLABORAR
COM A MATA ATLANTIDA E O CERRADO BRASILEIRO E CLARO A AMAZÓNIA..COLABORADORES DESSE PROJETO QUE COMEÇOU NA UNIVERSIDADE TUIUTI DO PARANÁ NA CONCLUSÃO DE CURSO DE BACHARELADO EM MARKETING QUE AINDA ESTÁ NO SISTEMA DE DESENVOLVIMENTOS E BUSCANDO PATROCINADORES PARA DESENVOLVER UM SISTEMA SUSTENTÁVEL DE QUERER CRIAR LEIS QUE DEVERIA TER LEI SECA PARA MADEIREIROS,PEGA COM TORA DE MADEIRA OU DESMATANDO OU COLOCANDO FOGO, JOGANDO LIXO EM RIOS,POLUINDO DE QUALQUER OUTRO GEITO DEVERIA SER PRESO,IR PARA A CADEIA INAFIANSAVEL E TRABALHAR PLANTANDO ÁRVORES PELO MENOS 20 ANOS PARA REPOR PELO MENOS UMA PARTE DO QUE ESTAVA FERINDO NA NATUREZA.....POR FAVOR LÁ NO SITE VAI TER MUITOS PRODUTOS MAS NÓS VAMOS DESTINAR 30% PARA AS ONG´S QUE CUIDAM DESSE PROJETOS LIGADO AO MEIO AMBIENTE,PESSOAS QUE VÃO ALÉM BUSCAR UMA SOLUÇÃO SEM VISAR LUCROS PARA EMPRESAS E SIM VER O NOSSO FUTURO..POR FAVOR ...SITE AINDA NÃO ESTÁ PRONTO,MAS ESTÁ SENDO MONTADO PARA A SUA MAIOR SATISFAÇÃO...WWW.BOBOLETTASeBOBOLETTUS.COM.BR....OU NO MEU BLOG BOBOLETTASeBOBOLETTUS@BLOGSPOT.COM.BR..
MUITO OBRIGADO ISSO AQUI É SÓ O COMEÇO..!!!!!dÊ aSaS COM ESSE pROJETo!!!

sabê porque ..“BIODIVERSIDADE AMEAÇADA PELO LUCRO FÁCIL”

Estima-se que 10% das espécies do planeta vivam em nossas paisagens. Infelizmente, essas paisagens vêm sendo consumidas por desmatamentos, queimadas e poluição, provocados pela expansão irracional da agricultura, especulação imobiliária, assentamento de populações, exploração de madeiras tropicais e garimpo.

O Brasil não possui recursos naturais inesgotáveis. A Mata Atlântica, que já perdeu 93% de sua área original, é o maior exemplo disso.

A área original era 1.290.692,46 km², 15% do território brasileiro. Atualmente o remanescente é 95.000 km², 7,3% da área original. Essa ocupação predatória, que quase destruiu a Mata Atlântica, agora avança sobre o Cerrado e a Amazônia.

ONDE VAI PARAR ISSO? PROCURE SABER MAIS SOBRE SUA PARTE!

fonte: Greenpeace

11 de set de 2008

ideia genial....essa Globo não tem preço...a melhor com certeza..participe você também..!!!




Globo Amazônia ultrapassa 3 milhões de protestos contra o desmatamento

Em dois dias, mais de 100 mil pessoas passaram a usar o aplicativo.
Mapa mostra devastação da floresta em tempo real.
s manifestações foram realizadas pelos mais de cem mil usuários que instalaram o mapa (veja aqui como fazer). Integrado com a rede social Orkut, o Amazônia.vc permite o acompanhamento, em tempo real, dos focos de destruição da floresta amazônica.



Para quem quer participar ativamente da luta contra a devastação da floresta, o mapa interativo abre espaço para o registro de protestos, que serão utilizados pelo Globo Amazônia como subsídio para a realização de reportagens.



Ranking de reclamações



Desde a estréia, o estado em que mais houve protestos foi o Pará, onde os usuários deixaram 1.485.648 manifestações. Em segundo lugar ficou o Mato Grosso, com 521.994 protestos, seguido de Rondônia, que registrou 425.276 reclamações.

O ranking dos estados nos protestos contra queimadas e desmatamentos é proporcional à destruição das suas matas. No último levantamento divulgado pelo Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), que mediu a perda da floresta em julho, o Pará foi o local onde houve mais desmatamento.

Nesse estado, 236 km² de mata foram retirados em apenas um mês. Mato Grosso ficou em segundo lugar, com 33 km² de florestas derrubadas, seguido pelo Amazonas, onde os satélites do Inpe detectaram 24 km² de destruição.

Amazônia em chamas


Neste momento, há mais de 1900 focos de incêndio na Amazônia brasileira. O número não é uma avaliação ou uma projeção, mas um dado real baseado em acompanhamento por satélite realizado no instante em que este texto é escrito.


Informações desse tipo eram, até agora, de difícil acesso para quem não é especialista na área. Com o portal Globo Amazônia, tudo fica mais fácil. Ele foi desenvolvido pela Globo.com e pela Central Globo de Jornalismo, a partir de uma idéia surgida na redação do Fantástico.

O mapa interativo, chamado de Amazônia.vc, é abastecido continuamente com informações enviadas por satélite para o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). Os dados - que são os mais precisos e confiáveis sobre a região - passam por até seis atualizações diárias. Isso significa que é possível, por exemplo, acompanhar um foco de incêndio no momento exato em que ele está acontecendo. E protestar contra isso.




No mapa Amazônia.vc, são apresentados, em uma só tela, os dados de dois sistemas criados pelo Inpe: o Monitoramento de Focos de Queimadas e o Sistema de Detecção de Desmatamento em Tempo Real (Deter).

O primeiro recebe informações de satélites europeus e americanos que rastreiam a radiação emitida pelas chamas. E o Deter mostra os pontos de desmatamento da floresta.



Exemplo mundial


Fotos tiradas por diversos satélites brasileiros e internacionais são analisadas por uma equipe de especialistas do Inpe, que destacam todas as novas áreas derrubadas. É o mais completo sistema de monitoramento de desmatamento do planeta. "O Brasil é exemplo para o mundo nessa área", avalia o geógrafo Dalton Valeriano, coordenador do Programa Amazônia do Inpe.

De acordo com o coordenador, outros países também tentam vigiar suas florestas por satélite, mas nenhum o faz com a freqüência e a precisão do Brasil. "A Rússia diz que faz, mas a comunidade internacional desconfia de seus dados. Já a Índia faz um monitoramento por amostragem, em pontos localizados a cada 10 quilômetros. A Austrália também faz algo semelhante, mas tem muito pouca área de floresta."
acesse.. www.Globoamazonia.com..e ajude tb..!!Parabéns pelo trabalho..denuncie ..esse projeto sempre foi dos meus sonhos!!!pode voar tranquilas borboletas e borboletos..
a AMAZONIA ESTÁ SENDO VIGIADA POR NÓS......UHULLLLLLL

26 de ago de 2008

Juno e O Escafandro e a Borboleta disputam prêmio humanitário

Juno e O Escafandro e a Borboleta disputam prêmio humanitário (26/08/2008 - 11h58) Da Redação http://www.cineclick.com.br/">www.cineclick.com.br

Cena de Juno John Wells, novo presidente do Humanitas Prize, anunciou os finalistas deste ano ao prêmio. O evento homenageia roteiros de filmes e de seriados que "explorem a condição humana de um modo que afirme a dignidade das pessoas e revele a humanidade comum".Os finalistas na categoria de longa-metragem são Juno, roteirizado por Diablo Cody, vencedora do Oscar 2008 na categoria de Melhor Roteiro Original; O Escafandro e a Borboleta, com roteiro de Ronald Harwood (O Pianista), e Lars and the Real Girl, escrito por Nancy Oliver.O evento, que também dará US$ 10 mil para cada um dos vencedores, ocorrerá no dia 17 de setembro no salão de baile do Berverly Hills Hotel, na Califórnia (EUA).Confira os indicados ao Humanitas Prize:Longa-metragemJuno, escrito por Diablo CodyO Escafandro e a Borboleta, escrito por Ronald HarwoodLars and the Real Girl, escrito por Nancy OliverFilmes exibidos no Festival de SundanceHenry Pole is Here, escrito por Albert TorresA Raisin in the Sun, escrito por Paris QuallesThe Visitor, escrito por Tom McCarthyFilme para TVBury My Heart at Wounded Knee, escrito por Daniel GiatCharlie e Eu, escrito por John WierickPictures of Hollis Woods, roteiro de Ann Peacock, Daniel Petrie Jr. e Camille ThomassonSeriados com uma hora de duração Boston Legal', episódio Roe V. Wade, The Musical, escrito por David E. Kelly e Susan DickesJohn Adams, episódio Part 1, escrito por Kirk EllisThe Wire', episódio Late Editions, escrito por George Pelecanos (roteiro), David Simon e George Pelecanos (história)Seriados com 30 minutos de duraçãoThe Bill Engvall Show, episódio Aloha Raffles, escrito por Kathy Ann StumpeIn Treatment, episódio Sophie Week 2, escrito por Sarah TreemScrubs, episódio My Long Goodbye, escrito por Dave Tennant...vale a pena conferir....!!!

23 de ago de 2008

1 tatoo e 2 tatoo......legalllll....começouuu voem!!!!



mais uma historinha

O amor é como uma borboleta. Por mais que tente pegá-la, ela fugirá.
Mas quando menos esperar, ela está ali do seu lado.
O amor pode te fazer feliz, mas às vezes também pode te ferir.
Mas o amor será especial apenas quando você tiver o objetivo de se dar somente a um alguém que seja realmente valioso. Por isso, aproveite o tempo livre para escolher,eu acho que voce é valioso então voe para a Sua Felicidade...

bobolettas e bobolettus
Mandem a sua também !!!!!
de ASas a essa Causa !!!!!!!!!

22 de ago de 2008

Brasileira tem que ganhar no pulo...!!!


Parabens pela nossa saltadora quase saiu voando..igual uma borboleta em busca do voo perfeito.....Ouro do Brasil.......muita atitude de quem quer GANHAR...!!!
vAMOS TENTAR PULAR MAIS ALTO PORQUE TA FEIA A COISA...VAMOS nõs superAR!!
VAMOS VOAR MUITO ALTO PORQUE SO BOBÖ NAO TENTA...VAI QUE DAMOS O PULO DO OURO...!!!!SUCESSU

13 de ago de 2008

até Phelps ama borboleta..o homem peixe..rsrrss


Phelps, no entanto, ainda não atingiu sua principal meta: ultrapassar a incrível marca de sete medalhas de ouro em uma mesma edição de Jogos Olímpicos. Até agora, a façanha é do também americano Mark Spitz, conquistada nas Olimpíadas de Munique 1972. Phelps disputa mais três provas em Pequim (200m medley, 100m borboleta e o revezamento 4x100m medley). Até o momento, ele já conquistou na China cinco ouros e cinco recordes mundiais nos 200m borboleta, 200m livre, 400m medley, 4x200m livre e 4x100m livre, sendo esta última considerada por especialistas como a maior apresentação de um revezamento em todos os tempos.

Phelps larga atrás, mas recupera na primeira virada

Phelps beija a mãe após mais uma vitória

Nos 200m borboleta, Moss Burmester, da Nova Zelândia, largou melhor que o americano e chegou a colocar quase meio corpo de vantagem. Phelps virou os primeiros 50m em segundo (25s36), apenas três centésimos de segundos de Burmester, mas assumiu a liderança logo depois. O americano passou os 100m em primeiro e depois foi apenas abrindo vantagem (53s53 e 1m22s75) até garantir a vitória e o recorde com quase um corpo de diferença para o segundo colocado, o húngaro Laszio Cseh (1m52s70). A medalha de bronze ficou com o japonês Takeshi Matsuda (1m52s97).

Gente vamos ae pega a borboleta do phelp's..se ele consegue se supera nós tb...

4 de ago de 2008

LEIA DEPOIMENTOS DE EXPERIÊNCIA DE VIDA..

Marina Silva *EX-MINISTRA DO MEIO AMBIENTE

Atrás de uma borboleta azul

Florestas não são apenas estatísticas. Nem apenas objeto de negociações, de disputa política, de teses, de ambições, de pranto. Antes de mais nada, são florestas, um sistema de vida complexo e criativo. Têm cultura, espiritualidade, economia, infra-estrutura, povos, leis, ciência e tecnologia. E uma identidade tão forte que permanece como uma espécie de radar impregnado nas percepções, no olhar, nos sentimentos, por mais longe que se vá, por mais que se aprenda, conheça e admire as coisas do resto do mundo.

Vivi no seringal Bagaço, no Acre, até os 16 anos. Tenho pela floresta muito respeito e cuidado. Quem conhece a mata, não entra de peito aberto, mas com muita sutileza. Ali estão o suprimento, a proteção e os perigos.

E também o mistério, algo não completamente revelado. Vidas e formas quase imperceptíveis. O encontro, a cada momento, de um cipó diferente, uma raiz, uma textura, uma cor, um cheiro. A descoberta dos sons. Até o vento na copa das árvores compõe melodias únicas, de acordo com a resistência oferecida pela castanheira, a samaúma, o açaizeiro.

Na minha infância, o som que achava mais bonito era o do período da florada das castanheiras. A castanheira é polinizada por uma abelha enorme, o mangangá. Imaginem centenas de mangangás entrando nas flores para tirar o néctar! Como a flor é côncava, na hora de sair têm que fazer uma força extraordinária nas asas, num vôo de frente pra trás, que provoca um barulho de máquina potente e rouca. Uma de minhas primeiras lembranças do mundo é do barulho dos mangangás na copa da castanheira ao lado do terreiro da nossa casa.

Embora para muitas pessoas a floresta possa parecer homogênea, sempre a vi como espaço de diversidade. Gostava de prestar atenção em pequenas coisas, como formigas levando folhas para o buraco. O caminho das formigas era bem limpinho, parecia varrido. A estrada de seringa era cheia de folhas, tocos, raízes, de espera-aí, um espinho de rama que arranha a perna quando a gente passa. E eu imaginava como seria bom ter uma estrada de seringa limpa como o caminho das formigas!

Outra formiga, a tucandeira, tem uma ferroada tão dolorosa que não dá nem para explicar. Mas havia também uma razão mítica pra temê-la. Meu tio Pedro Mendes, que durante muito tempo conviveu com os índios do Alto Madeira, dizia que as tucandeiras viravam cipó de ambé. Se morresse uma na copa da árvore, o corpo virava a planta e as pernas viravam os cipós. Quando se era mordido de tucandeira, a primeira coisa a fazer era procurar um cipó de ambé, cortar e beber a água porque ela era o antídoto. Não sei se era mesmo, mas ajudava a aliviar a dor.

Meu tio ensinava coisas em que a gente acreditava profundamente. Ele dizia que se a gente se perdesse e visse uma borboleta azul, era só segui-la que ela nos levaria para a clareira mais próxima e de lá acharíamos o caminho de casa. Essa borboleta é linda, enorme, quase do tamanho da mão. Nunca vi um azul igual. Que, aliás, é marrom. Os pesquisadores do INPA descobriram que ela tem uma engenharia de disposição das escamas das asas que faz com que, na incidência de luz, se tornem azuis.

Depois entendi porque nos levava para casa. Porque gosta de pousar em frutas como banana e mamão maduros, já bicadas pelo passarinho pipira. Quando sente fome, procura a primeira clareira onde haja um roçado de frutas. E lá perto, certamente haverá uma casa. São coisas que parecem crendice, mas há conhecimento científico associado, obtido pelo mesmo princípio do método acadêmico: observação sistemática dos fenômenos.

Antes de existir Ecologia como ramo do conhecimento ou ambientalismo como movimento, o sistema da floresta já tinha suas normas, o seu “Ibama” natural, sua sustentabilidade, por meio de um código mítico que funcionava como legislação de proteção da mata e das formas de vida que a habitavam. Não se podia pescar mais do que o necessário, porque a mãe d´água afundaria a canoa. Não se podia caçar demais porque o caboclinho do mato daria uma surra. Não podia matar animal prenhe porque a pessoa ficaria panema, ou seja, sem sorte. E para tirar o azar seria preciso um ritual tão complicado que era preferível deixar o bicho em paz.

As práticas de acesso aos recursos da floresta, mediadas por esse código mítico, acabavam levando a um alto grau de equilíbrio. Só se caçava quando acabasse a carne seca pendurada no fumeiro do fogão. Logo, se não se podia caçar em excesso, não havia carne para venda, só para o próprio consumo. Contrariada essa norma, o caboclinho do mato castigaria o infrator com uma surra de cipó de fogo com nó na ponta. A pessoa apanhava mas não conseguia se defender porque não via a entidade. Ficava toda lanhada, com febre. Até o cachorro, se acuava uma caça desnecessária, começava a pular e ganir de dor. Era o caboclinho disciplinando o animal.
Os relatos eram inúmeros e me deixavam com muito medo de andar pelo mato. Superava-o, em primeiro lugar, cumprindo à risca as leis míticas. Além disso, desde criança tenho uma fé imensa e achava que, sendo justa com a natureza, Deus me protegeria.

E mesmo com todo esse medo, minhas irmãs e eu gostávamos de andar pela floresta porque lá a gente se divertia muito. Por exemplo, fazendo balanço de um cipó muito resistente, em árvores que chegavam a trinta metros de altura. Pescar nos igarapés, colher bacuri, abiu, taperebá, ingá, tucumã, cajá, era muito bom.

Era um mundo de sabedoria tradicional, de organização social e cultural inseparável da existência da floresta. Até que um dia chegaram as motoserras e tratores e desconstituiram os códigos míticos, criando a necessidade crescente do aparato legal que, por não estar dentro do homem, precisa de instituições e mecanismos para implementá-lo. Não foi à toa que a primeira grande operação de combate a desmatamento feita pela Polícia Federal, envolvendo 480 agentes, no estado de Mato Grosso, foi batizada de Operação Curupira.

Se abríssemos hoje nossa sensibilidade para os valores da floresta, talvez se tornasse mais fácil redefinir o que entendemos por qualidade de vida. Quem sabe, pode estar faltando uma enorme borboleta azul para nos conduzir para casa, onde os frutos de nossas decisões sempre nos aguardam em mesa farta.

* Professora secundária de História, senadora pelo PT do Acre e ex-ministra do Meio Ambiente. (Texto extraído do Terra Magazine)


gostaria que vissem os 3 videos e comentassem o que acharam!!!


Esses 3 vídeos...
trás a importância do Amor à Vida em um só conjunto...
E os apelos
dos homossexuais no combate a AIDS ou do apelo de uma simples borboleta
com seu habitat-natural poluido voando em rumo a extinção pela camada de ozonio DESTRUIDA ou pelo seu espaço natural FAUNA E A FLORA DESTRUIDAS ou na musica de Luciana Mello escute porque vale a pena, e coisas bonitas temos o dever de elogiar...e nós??? acabando com a Vida???o que nós seres
humanos estamos fazendo Com a natureza da vida!!!
me explica porque eu quero chegar a um consciência que nós vamos explodir a qualquer
momento..!!!Vamos fazer nossa parte ..separar o lixo,plantar arvores,criar um novo habito,Nós estamos destruindo nós mesmo sem perceber, veja as doenças estão descotroladas e doenças que nem existia surgem a cada dia pela poluição do nosso meio ambiente que nós mesmo estamos plantando ,mas pelo maL...MUDANÇA JÁ....NÃO ESPERE PRA DAQUI A POUCO fazer uma vez e parar, FAÇA SEMPRE....VAMOS EXIGIR DE EMPRESAS QUE REVERTAM PARTE DE SEUS LUCROS A REORGANIZAÇÃO DO MEIO AMBIENTE...CHEGA DE DAR LUCRO SÓ PARA BANCOS,GOVERNO E pagar impostos para não ver O desenvolvimento e sim só lucros para as empresas E NÃO VEMOS OS BENEFICIOS SÓ A DESTRUIÇÃO..AJUDE NO NOSSO SITE TUDO VAI SER DESTINADO 30% PARA ESSES QUE COLABOREM COM O NOSSO PROJETO...AQUI A TRANSPARÊNCIA VAI SER COMO UMA BORBOLETA TRANSPARENTE QUE VOCê CONSEGUE VER OS 3 LADOS...COMPRE...DENUNCIE...INVESTIGUE...
COM CERTEZA SUA VIDA NÃO VAI PASSAR EM BRANCO....OBRIGADO DE CORAÇÃO...
uMA nOVA CAuSA!

3 de ago de 2008

BY BORBOLETAS


O VIDA PRECISA QUE PESSOAS PENSEM NO MEIO AMBIENTE E TAMBÉM NO AMBIENTE HUMANO.....NÓS ESTAMOS ACABANDO COM O MUNDO ENTÃO PELO AMOR DE DEUS AJUDEM A MUDAR ISSO...
OBRIGADO
http://br.youtube.com/watch?v=ewccNEKp0Do

9 de mai de 2008

Os deveres dos seres-humanos

Nós devemos ajudar sempre, porque se não a vida passa em branco e não fazemos nada!!!
A Bobobolettas e Bobolettus visa criar produtos que as mulheres gostam então gostaria que vocês me respondesse o que seria legal colocar na loja virtual que serão destinados a uma parte a fauna e flora brasileira que esta indo embora para sempre de todos...
Conto com vcs!!!
abraXXX

31 de mar de 2008

criação de uma nova idéia....


As vezes o ser humano deveria pensar mais nas causas do mundo, do que se preocupar com coisas pequenas que não levam a nada...

Está em criação uma versão de produtos sustentáveis que são tiradas da nossa própria natureza, como todos os outros, mas que colaboram com o meio ambiente...

Esses produtos devem ser respeitados porque contribuem com o nosso eco-sistema,nossa fauna e flora do mundo,precisa dessa ajuda, que está sendo destruída no olhos de cada um e ninguém faz nada para ajudar,e com ajuda de todos podemos e devemos contribuir...
temos o dever que empresas ou marcas de quaisquer produtos que só visão lucros, e para poucos devem perder espaço e assim também criar uma nova re-educação industrial, que o que tirou tem que repor na natureza...produtos com essa visão vendem muito mais porque satisfazem o consumidor...Tó certo ou Tó errado..!!!???

bom aqui é o começo de Bobolettas & Bobolettus capitulo 1.